segunda-feira, 6 de abril de 2009

Descobertas pra lá de significativas.

Meninas e Meninos,
Hoje, resolvi fazer besteria logo cedo: liguei para o defunto. O que uma cartinha no meio da aula de seu Mark Ridd não faz? A Ruiva e eu discutindo sobre relacionamentos a parte, fiquei com saudade e liguei sem ela saber. De fato, ela ia arrancar a minha cabeça como quase aconteceu com a Loira agora pouco no msn quando a abordei para comentar sobre tal fato.
Nos encontramos e conversamos sobre a vida. Achei realmente que ia sentir algo, mas o que me surpreendeu foi que eu não senti nada. Depois de 5 anos dele realmente só restam lembranças, boas e más. Aquela vontade de estar juntinho e ficar juntinho está desaparecendo por completo. Talvez devido a minha grade do semestre quase sufocante ou talvez devido ao tempo. Não sei, só sei que foi MUITO estranho ficar olhando e analizando cada parte que eu conhecia bem e tudo acontecer... e o que aconteceu foi NADA. Estranho, inexperado, e, de certa forma, gostoso por ter me sentido em paz depois de tanto tempo.
O tal do catch up não foi nada comum. A metade das coisas que ele dizia ou contava que estavam acontecendo eu sabia ou tinha noção, afinal cada um tem a sua vida e não é de direito meu ficar controlando ou literalmente stocking. No entanto, certas descobertas, na verdade eu diria mais REVELAÇÕES, foram pra lá de desesperadoras, incovenientes, chocantes. Sim estou drop-jawed (segundo Mark) e, de fato, não merecem ser comentadas aqui pelo simples fato de que também descobri que ele este blog.
DIZAS , MARIS and JOSEPH! What a fucking morning! É tudo o que eu tenho a dizer. O homem que passei 5 anos da minha vida está simplesmente caindo em conceitos desesperadoramente por causa de escolhas mal feitas ou como ele disse:
__Experimentando o que a vida tem pra oferecer...
Não sei se a vida é que está oferecendo. Às vezes a gente vê o que a gente QUER ver
e cai de cabeça no mundo por achar que temos que VIVER. Não. A vida não é feita das oportunidades que o mundo te oferece e sim dessas oportunidades que VOCÊ aceita de braços abertos dizendo sempre o "não me julgue por isso". Vale realmente a pena?
Como diria o nosso ilustre Marcelo Camello, nosso grande vocalista de Los Hermanos, que pra mim é uma religião: "A gente ria tanto desses nosos desencontros, mas você passou do ponto agora eu já não sei mais. Eu quero PAZ!"

5 comentários:

Babi Freitas disse...

Como diria o nosso amado-idolatrado-salve-salve
Justin Timberlake: What goes around, comes around!

Quase arranquei a sua cabeça, mas o fato é que eu, vc e tds as mulheres que já foram de fato amadas cairam nessa armadilha, que em geral, só dá em decepções!

;)

DanyZinha disse...

GOBSMACKED é a palavra!
kraaa... é mto bom saber que nao sentimos nada por akela pessoa que fez a gente se sentir um nada...!
vc merecia uma porrada por ter ligado pra ele, mas foi otimo! kkkkkkkkkkkk
Congrats hehehe
bjos!

Luana Polónia disse...

Poooooxa!! EU ADORARIA chegar a esse estágio de não sentir mais nada. Mas eu vivo tendo as malditas das recaídas!!! aaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhh que raivaaa!!!
Mas PARABÉNS!!!! é assim que chega akeele gostinho de "se fudeu honey, ja era! vc me perdeu!"
Bjoss

Mari disse...

Eu soh gostaria de saber, dona Carol, pq pegou o defunto então?! Defuntos are supposed to be buried! So just do it, darling! Specially after what you discovered!
You deserve better things! You deserve more!

=*~

Ivy disse...

Alguns defuntos realmente ressucitam...That happens...E é bom pra ver de quelé...Vc viu e tá em paz.Tá valendo!

;)))