segunda-feira, 2 de março de 2009

Sobre parcerias e constrangimentos

Mais um sábado de caça com a dupla Loira e Ruiva. Já durante a semana, ressacona do carnaval, o sábado já dava sinais de um dia ímpar. A gente não sabia ao certo o que ia fazer. Combinamos de ir pro "Poizé" e depois acabamos recebendo um convite para ir ao "Chiquita Bacana". Ok, vamos né?

Tudo parecia bem encaminhado, até que o gêmeo-que-a-loira-vai-pegar fura. Primeiro sinal da noite bizarra. Conversa vai, conversa vem, avista-se um ser não-visto por um longo período. Era o nordestino-que-a-loira-pegou-no-primeiro-semestre. Eles se entreolharam, embora fingissem não se ver. Bobagem. Enquanto isso, a Ruiva só flertava com um gatinho da mesa da frente - ser este, que de repente, sumiu.

Um grupo de amigos passa e a Loira muito incontida - embora totalmente sóbria - aponta o dedo e diz: "Olha, é o amigo da Mari!". No que o mancebo ouve, volta e vai até a nossa mesa tirar satisfação. Constrangimento coletivo, o rapaz se apresenta como "Arajá" (???). Depois da vergonha, não conseguíamos parar de rir e depois de concluir que ali no Chiquita, embora o mar estivesse pra peixe, não íamos pescar nada, resolvemos comer algo e cair pra pista do Poizé.

Fomos em busca do pastel mais perfeito da cidade - vulgo "Pastel Mix" - mas encontramos as portas fechadas. Logo, tivemos que ir para o estabelecimento mais próximo - vulgo "Dog da Igrejinha". E acreditem ou não, encontramos o grupo de rapazes do amigo da Mari lá. Constrangimento déjà vu.

Chegando no Poizé, o funk rolando solto, a Ruiva avistou uma vítima já na fila. Trocaram algumas palavras e uma piscadela - nada estilo da Ruiva, mas ela se sentiu segura para fazê-lo. Mr. Curitiba aborda Ruiva de novo na pista de dança e começam a conversar. A parte do diálogo relevante foi:

- Então, tá só você e sua amiga?
- Sim. Geralmente somos só nós duas. Parceiras, né?
- Huummmm...

Sem perceber que havia dado pinta de homossexual para o gatito, a Ruiva passa uma hora sem entender porque ele desistiu da paquera e pegou a ninfeta mais próxima. Meninas, cuidado com a palavra "parceira". Ela, a partir de hoje, está excluída do meu vocabulário.

Após muitas cantadas surreais - merecedoras de um post exclusivo tamanha a proporção da bizarrice -, terminamos a noite com a Loira dando patadas em um sujeito chamado "Derí" e a Ruiva tendo que fugir do amigo chapado deste, que insistia em, inclusive, chamá-la de "Daninha".

Pode ter sido uma noite perdida para nós, mas foi uma noite ganha para este blog!

7 comentários:

Babi Freitas disse...

Sábado impagável!!!

Ri demais e depois me irritei loucamente, mas tadinhos, pagaram o pato pelo pirra-babaca!!

beijos
;)

Kérow disse...

gente ...vcs so tem noite perdida q q é isso! bando de pé frio!

DanyZinha disse...

Ah Carol, vai kgá! Nao eh verdade!
Eu até peguei um fedelho lá, soh q da nada n... hehehehe
e domingão foi de lei!
e proximo FDS será tbm!
Nunca perca as esperanCas hehehehe

Ivy disse...

é gente...devo dizer que vcs tão indo pros lugares errados!vcs tem que ir trabalhar p caralho na wizard mais proxima!hahahhaha

Babi Freitas disse...

Vou nem comentar dona ivy-maria!

Minha parceira mais assídua debandou!! Éramos nós e aventuras por ae..

Agora me juntei com a "parceira" hahah Dany e tamo nessa!!

Será que sou eu o pé-frio da hist?? Que qm anda cmg se lasca??
hahaha

Espero que nao!

;)

DanyZinha disse...

Parceira nao, Loira! hahahaha
Never more!

Ivoca, essa tática da Wizard já foi aplicada em minha vida e comprovei que ela não tem efeito! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Luana Polónia disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Parceirassss?
Ahhhhhh não gente!!!!
Ótimo post também!! mto bom!!