quinta-feira, 19 de março de 2009

Mulheres que tomam iniciativa - decididas ou fáceis?

Têm-se falado um monte sobre liberação (sexual) feminina, mas até onde esse assunto se estende? A liberação da mulher se limita ao direito que temos de colocar uma cinta-liga ou uma calcinha fio-dental?

É tanta hipocresia que a gente vê por aí, que eu começo a achar que isso tudo não passa de pura utopia. Veja, por exemplo, que eu parei pra pensar em tantas coisas que acontecem quando nos interessamos por alguém. É um jogo de gato e rato. Até aí, nada de errado, exceto por um pequeno detalhe: as mulheres sempre fazem o papel de rato.

Explicando: o gato caça. O rato é caçado. Certo? Me parece que o homem sente aquela necessidade de conquistar e por mais que se diga que aos poucos as mulheres estão alcançando a igualdade com os homens, não é verdade. Veja que ficamos horas morrendo de vontade de mandar uma SMS ou fazer uma ligação ou chamar um mancebo para sair. E o fazemos? Raramente. Tudo isso porque sabemos que ao tomar a iniciativa - porque esse é supostamente o trabalho do homem - ele perderá, ou diminuirá, o interesse por nós.

Chegue num cara numa balada e observe o resultado. Das duas, uma: ou ele te dá um toco, porque te achou muito "prafrentex" ou fica contigo mas nem cogita te ligar no dia seguinte. Você foi muito fácil. Mas oras, o que há de errado em se fazer algo para conseguir o que se quer? Hipocresia pura! The bottom line é que os homens se sentem ameaçados - sim!! - por mulheres muito decididas e independentes, que não têm medo de demonstrar o que desejam e de fato agir para alcançar o seu objetivo.

Toda vez é assim: "Ai, amiga, será que eu ligo pra ele? Ele tá online no msn, será que falo?!"
No que a amiga geralmente responde: "Claro que não!! Não pode demonstrar que tá interessada! Deixa ele te procurar!"

Teoricamente não faz sentido, mas na prática é exatamente assim que funciona. Quer repelir um cara? Demonstre grande interesse, tome todo tipo de iniciativa possível. Eles não aguentam a pressão. E a tal da igualdade continua só nos discursos revolucionários e nas revistas. Na vida real, tudo continua do mesmo jeito...!

6 comentários:

Bree Van de Kamp disse...

eu ainda acho que os homens tem medo de mulher independente, moderna... inteligente... eles querem uma taipinha que fique só dizendo sim e fique emc asa enquanto eles saem. só os bonzinhos gostam das mulheres mais pra frente.

Kérow disse...

Eles sim tem medo de mulher que NAO precisam deles pra nada. Tem medo de serem passados pra trás e isso FERE a masculinidade. Eles acham que nao estao fazendo o papel deles e que COMANDAR e ser obedecido é de fato o maior eles que eles cometem quando estão interessados e aplicam esse fatidico e ja gasto label da sociedade. Pq as mulheres hj em dia VAO atras do que querem, muito mais do que fazíamos antigamente de uma certa forma. =]

Rodrigo disse...

Amore,


Já pensou em escrever para uma coluna de revista feminina??

Cada texto q leio aki q jah to eh fã desse blog...

Muito bom esse aki tbm...

bjooo...

Babi Freitas disse...

Amiiiga minha,

sabe que partilho dessa mesma agonia e vc sabe por quem exatamente "/

as mulheres tão meio cansadas de esperarem serem convidadas, pooooxa... to afim do cara, eu vou lá e chego junto! O que há de mau nisso, céus? Pq qnd ele liga sem proposito é fofo e qnd eu faço é desespero??

Não vou me submeter, não vou deixar de ser a menina de 20 anos no 6o semestre de tradução louca pra formar, que se desdobra loucamente pra ser alguém!

Um dia o(s) cara(s) certo(s) aparece(m), não é possível que todos tenham medo de nós!

Rodrigo > valeeeu por ser nosso fã e comentar, adoooooramos os meninos ;)

Bree Van de Kamp > não diria que os bonzinhos curtem as independentes não, ao contrário, são dificeis de se relacionar e a gnt assusta mais os bonzinhos que os cafas. Valeu pelo coment ;)

Carol, meu bem > qlq dia queimo minha calcinha e sutiã na frente do RU em protesto, to falando sério! hahaha

DanyZinha disse...

Eu tbm axo que os bonzinhos lidam melhor com mulheres independentes, mas não significa que eles não se assustem. Podemos dizer que eles se assustam um pouco menos, porque de alguma forma, fazemos acontecer o que eles levariam mil anos para realizar!

Rodrigo, eu nunca pensei em escrever pra revista feminina nao hahahaha
Deixa aqui no blog mesmo que tá bom!
Você é nosso fann, isso é MARA! Continue assim hahahahaha

Mulheres independentes, uni-vos!

Luana Polónia disse...

Hoje em dia ou os homens são atiradinhos demais eu devagar demais. Esse maldito impasse consome, pq na maioria das vezes os mais interessantes se encaixam no quadro dos "quase parando"...
Sinceramente???? Se o cara se sente ameaçado e acha que estar no controle da situação é papel dele, então não servem pra mim =D. É melhor que eu leve um fora... Afinal ele definitivamente não me merecia. Essa raça maldita que vicia tem que aprender que mulheres decididas e inteligêntes são o que há de melhor no mercado. E se eles acompanham a gente terão a companhia perfeita!!!

[Mulheres independentes, uni-vos]²