segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Coincidências em demasia

Quem mora em Brasília, essa cidade moderna, "grande", importante, capital federal, sabe que, na verdade, ela não passa de uma cidade do interior disfarçada de metrópole. É por isso que aqui se diz que em Brasília existem 3 pessoas: você, seu amigo e o amigo do seu amigo. Todo mundo conhece alguém que você conhece. E eventualmente, você esbarra com a última pessoa que você imaginava.

Eis que ontem, eu fui ao forró em busca da salvação dessa porcaria de FDS que tivemos. Sexta-feira 13 com show de ilusionismo - totalmente dispensável -, sábado com balada-fracasso mais uma vez e o domingo era minha última esperança. Tudo estava indo bem, até que a tradutora ruiva resolve dar um rolé com a tradutora bailarina a tira-colo. Ela encontra um lanchinho e faz as apresentações:

- Ruiva, esse aqui é o Mr. Realize. (Logo vocês descobrirão a origem do pseudônimo)

Muito simpática, olhei e quase desmaei: lá estava ele, o carinha que fiquei na última edição da festa "Realize suas fantasias", também conhecido como "vítima do meu dia de piriguete de 2008". Fingi que não conhecia, dei os 2 beijinhos e comecei a entrar em pânico.

- Vou dar uma volta...
- Eu vou com você!

Obviamente não querendo comer seu lanchinho, eu e a bailarina fomos prum canto.

- Eu já fiquei com ele! Na REALIZE! E foi pegação forteee!
- Sério??????? hahahahahaha Que babadãooo!
- Que babadão nada, que vergonha!!

Depois que a bailarina-sem-noção resolveu zoar o mancebo contando a ele a história e ele ter dito que não se lembrava do acontecido, passei o resto da noite fugindo de qualquer homem vestido de cinza, até que encontrei um que me deixou feliz.

Eles são gêmeos. O de cinza era o gêmeo step - que dá mole pra mim, mas eu não pego porque o outro me interessa mais. Mas também não tiro o doce da boca da criança. Deixo o dito por não dito. O outro, de preto, vêm sendo o meu sonho de consumo há alguns meses, mas nunca tivemos a oportunidade de um verdadeiro approach. Eles não são bonitões e nem gostosões, mas me chamam atenção.

Ele estava conversando com duas garotas, mal me viu, e depois estava lá, agarrando uma delas. Pela primeira vez o forró estava tão cheio que você não esbarrava em quem você queria no primeiro momento. Eles tinham chegado às 20h, eu estava lá desde as 19h e só os encontrei às 21h.

Perdi a corrida. O beijo tão esperado. E ainda tive que passar o resto da noite me escondendo do lanchinho alheio. Perfect closure, innit?!

3 comentários:

Mari disse...

Apenas uma coisa a declarar: foi hilário!!!

Now we're partners!

Kérow disse...

GENNNTE esses homens nao decepcionam mesmo.. tao sempre cagando tudo

Babi Freitas disse...

hahahahaha

dany e seus gemeos complicados! entao o forró não salvou nd! triste "/

mas ainda bem q vc nao cconseguiu me convencer a ir!
hahah