segunda-feira, 18 de maio de 2009

Fazer ou não fazer: eis a questão

Conversando com uma amiga minha hoje, ela desabafou contando a situação super complicada em que se encontra.

Vejam só: há muito tempo ela está a fim de um cara. Desde a primeira vez que ela o viu, ficou encantada. Começaram a conversar com frequência, rolou um papo super maneiro. Começaram os olhares, as perguntas indiscretas e respostas reveladoras. A vontade de ficar com ele foi aumentando a cada dia, principalmente quando ele demonstrou interesse recíproco. Ela foi se empolgando, imaginando como seria o dia em que finalmente a ficada iria se concretizar.

Até aí, tudo perfeito né? Mas existe uma informação adicional...

Continuando:
papo vai, papo vem, esses dias, em meio a provocações, ela descobre que o gajo tem namorada...! E aí? Depois de todo o desenrolar da paquera, depois da criação de pequenas expectativas, depois do aumento gradual da vontade, ela descobre uma informação que pode mudar tudo. Obviamente, o cara é um safado. Ao ser indagado pelo motivo pelo qual não revelou o segredo antes, a resposta foi: "Você não perguntou!"

Claramente, o cara não tá muito aí pra tal namorada. E claramente achou conveniente não dizer que era comprometido, pelo menos até completar a transação, if you know what I mean. Acontece que a coitada está louca pra ficar com ele. Então, eis as opções:

a) Ficar com um cara comprometido, assumindo o papel de vilã por um dia
b) Adotar o conceito: "Eu sou solteira, posso fazer o que quiser, quem deve alguma coisa pra ela, é ele" e matar a vontade de ficar com o cara
c) Dar uma de João-sem-braço e fingir que não sabe que ele tem namorada
d) Lembrar do ditado "não faça com os outros o que você não quer que façam contigo" e lutar contra sua vontade de ficar com ele

Caro (a) leitor (a), você, o que faria no lugar de nossa heroína do cotidiano "amoroso"?

7 comentários:

Mari disse...

Olha, as opções são muitas. Não que eu entenda do assunto (...), mas se ela optar por "eh ele quem deve respeito à namorada, vou ficar com ele e naum vou me envolver, pq sou durona qdo quero ser", diga a sua amiga que eh uma péssima escolha. Creio que a minoria das mulheres podem ser duronas a ponto de naum se envolver de forma alguma com um cara que rola a maior química do mundo. Depois que ele te pegar (sim, ele vai te "pegar" ¬¬ ), ele vai voltar pra namoradinha dele, e tudo vai ficar mto cômodo - pra ele. Por mais que vx negue, no íntimo do seu coração vx vai pensar "Filho da mãe, pq não eu?"
Don't go through this path, sis! ;P

Kérow disse...

C ele não tá nem aih rpa ela ..QUEM é vc pra estar? Tu n conhece a gurai meu..entao que se foda EU ficaria linda!

Rodrigo disse...

Prezada afilhada, a resposta para essa pergunta tem varias, depedend do momento em q sa amiga esta passando:

1 - se ela estiver apaixonada pelo rapaz, aconcelho a naum fcar com ele em hipotese alguma, pois naum se sabe se ele soh quer farra ou algo sério, entaum eh melhos evitar machucar o coraçao, dor assim eh dificil de passar e nenhuma mulher deve se sejeitar a isso por um homem safado.

2 - nunca faça com os outros oq num gostaria que fizessem com vc... Sevc fizer um dia pod acontecer com vc e vc vai se culpar por muito tempo, digo isso por experiencia propria...

3 - se vc tiver soh na farra e sabe q naum vai passar disso, que vai ser soh uma noite, aproveite e fique com ele, afinal a vida eh curta e temos q aproveitar...

De qq forma eh bom q ambas as partes sejam sinceras, claras, para q naum haja sofrimento...

Pare, pense no q vc ta sentindo no q vcquer p a sua vida, tenho certeza q vc achara a resposta certo...

Espero ter ajudado..

Abraço

Rodrigo dos Santos Amador

Mari disse...

Rodrigo, sejamos sinceros. Quaal a probabilidade de um cara que tem namorada querer algo sério com outra menina?! É mais cliché que qualquer outra coisa.
Mais cedo ou mais tarde, um dos lados acaba se envolvendo, o cara fica naquela promessa de "vou largar a namorada" bem a la novela das 8 e a coitada vai ficar esperando.
Para mim, pelo menos, o sofrimento é inevitável nesses casos, e que fique bem claro que não vai ser ele quem vai sofrer.
A não ser que a amiga em questão seja uma muralha, neh?! Pode tb acontecer!

Babi Freitas disse...

Eis um dilema que eu acho que toda jovem e bela solteira já passou pelo menos uma vez na vida.

Pra mim não depende da situação, mas do sentimento. Putz, se vc tá lá td derretidinha e blablabla melhor ficar em casa vendo Clooney de cueca comendo um bigadeiro de panela.

Mas se vc não sente nd pelo cara, quer apenas curtir o momento (a gnt sabe quando a coisa não passa de pele, nem vem que não tem...) vai lá e se joga, vc não tem nd a ver com o relacionamentos dos dois, isso é REALMENTE um problema deles! Logo, curtir com um cara que vc morre de tesão é algo SUPER agradável.

Basta apenas sabe de que lado vc está, do lado que pode se apx, ou do lado que se amanhã vc não ver ele, td seguirá lindo e maravilhoso e vc pode pegar seu celular e mandar uma msg pro gatinho mais proximo!

beijos
;)

Carol disse...

Que situação...quando aconteceu comigo (pq tb tenho certeza q todas nos já passamos por isso) depois de todo aquele papinho e uns amassos no trabalho eu passei pela opção 'b'. Depois pensei bem e desisti, fiquei com a opçõ 'd' meu argumento de dor de cotovelo foi de q ele realmente nao valia nada! Acredito q esse colega aí tb nao, entao...

Aline disse...

Opção "D".

E véi, que blog fantástico! Virei fã!! Parabéns, Nany =)

Duarte.