sábado, 31 de julho de 2010

Meninas traumatizadas

Há uma nova espécie de mulheres out there. Watch out, rapazes!
Sabe aquela mulher pra casar que no fundo, no fundo, todos vocês procuram? Ela pode não ser tanto pra casar assim mais, porque algum infeliz quebrou seu coração e acabou destruindo todos seus sonhos e castelos!

Baboseiras românticas à parte, eu deveria ser uma pessoa traumatizada. E às vezes até acho que sou, mas quando me vejo no próximo relacionamento, vejo que no fim das contas não deixo meu passado interferir tanto assim no meu presente.

Conversando com um brother meu - que assim como eu, não gosta de frescura! -, ele me contou do novo affair. Ou melhor, da nova investida, porque affair mesmo ainda não rolou. Razão? A menina está traumatizada com o último cafajeste e tem medo de se ferrar de novo. Aí vocês me dizem, "ah, que nada, isso é só desculpa porque ela não quer sair com ele!". PENNN! Errado! Acreditam que ela está saindo loucamente com ele? Liga, manda msg, procura, se vêem às vezes mais de uma vez por dia, mas ela não deixa o garoto concretizar o business. E olha que ele deve gostar dela, porque paciência nunca foi uma de suas virtudes!

É válido deixar seu passado interferir tanto assim no seu presente? Será mesmo que temos que ter medo de nos relacionar com outras pessoas achando que o raio vai cair no mesmo lugar? Más notícias, meninas. O raio CAI SIM no mesmo lugar. Se você tiver muita sorte, cai duas vezes. Mas como a maioria de nós não tem muita sorte, vive levando raio na cabeça.

Mas gente... sofrer faz parte da vida. A gente gosta?? Não!! Mas acontece, uai! Fazer o que?! Acham que a solução é fugir das circunstâncias da vida e tentar prever os passos do seu próximo pretendente em busca de poupar seu coração de mais uma decepção?! Isso é pular a vida! Não faça isso... não dê esse prazer ao FDP que te magoou!

Dito tudo isso, meninos, não se iludam também. Há situações e situações. Essa história de "trauma" também pode sim funcionar como ótima lame excuse para os seguintes tópicos:

- Como diria nosso amigo Jack Berger, de Sex and the city, "she's not that into you"
- Você é ruim de pegada e ela não quer mais te ver
- Ela quer te cozinhar em banho-maria na esperança de arranjar algo melhor. O velho "mais vale um pássaro na mão, do que dois voando".

Meninas, carregar trauma de um relacionamento pro outro não vale a pena! Não perca seu tempo dando tanta importância a quem não te deu.

Meninos, sejam pacientes - porém alerta!

4 comentários:

Kérow disse...

Cara...devo dizer que eu tb sou traumatizada. Apesar de tudo que já disse sobre got over it, ainda tremo nas bases quando existe chance de alguma coisa. Tá certo que ninguem é igual mas concordo que as situações sim podem se repetir. Sorte na vida né?fazer o que?

Babi Freitas disse...

Aaaah, vei! Tô querendo entrar num iglu e não sair por um bom tempo até esse "trauma" passar....
prontofalei!
;)

Ivy disse...

Bem, concordo Dany, que é um pouco demais a gente deixar uma chance passar por conta de um FDP do passado.
Eu acho que o gostinho amargo de uma verdadeira quebrada de cara não passa... Por mais que com o tempo se torne menos nítido, a gente não esquece a mágoa que sofreu. Porém, é HISTÓRIA! Causo pra servir d econselho a alguma amiga ou coisa do gênero, o que passou passou e nenhuma história é igual a outra.
Portanto meninas, avante!

Anônimo disse...

vei, meu sonho era poder ler os pensamentos das meninas, mas aí acho que ia ficar meio sem graça, sem 'lame excuses', pq o bom de vocês é serem assim complicadas! adoto o verso da canção: "mentiras sinceras me interessam..."