sábado, 3 de julho de 2010

Há limites na paquera?

O que é permitido e o que não é, lugares, frases, vestimentas, approaches. Tudo isso vimos discutindo desde a inauguração deste blog, mas pelo jeito ainda está por acontecer muitas aventuras inesperadas.

Eis que saímos eu e Kérow ontem para uma inocente partida de sinuca com nosso casalzinho preferido, só para não deixar a sexta-feira passar em branco. Saindo do local, cedo, como duas meninas comportadas, antes das 23h querendo chegar em casa pra descansar da semana corrida, paramos num semáforo. Enquanto esperávamos que ele abrisse, parou ao nosso lado um carro com 4 rapazes ao lado. Quando olhamos, eles estavam tentando fazer contato a qualquer custo, com berros, acenos e pulos na janela. Até que de repente, um deles grita meu nome. Eu abro o vidro em busca de um visgo de reconhecimento, tentando encontrar algo que me fizesse lembrar de onde eu conhecia o sujeito, enquanto ele berrava que era amigo do "Leo". Mal sabe ele que no meu celular tem o número de uns 5 Leos diferentes. Não ajudou muito! Do banco de trás, estava um menino kinda cute desesperado, quase caindo da janela, pedindo o telefone da Kérow. O sinal abriu e resolvemos parar num estacionamento, para checar quem era o conhecido. Quando ele desceu, nos dividimos em dois grupos de 3. De um lado da porta, Kérow, o menino do telefone, e um gaúcho wing man. Do outro lado, o doido amigo do Leo, eu e outro wing man. O maluco ficou meia hora tentando me fazer lembrar quem era o Leo, até que caiu a ficha e eu lembrei que tinha conhecido o sujeito há bem uns 8 anos atrás e que o via desde então. Momento engraçado para trás, Kérow passou seu telefone pro menininho, que já nos convidou para uma festa julina hoje à noite.

Foi o desfecho menos esperado de uma sexta light. Eu nem sabia que era jogada legal parar as pessoas no trânsito para pedir o telefone! Afinal, parece que tudo vale neh?

5 comentários:

Ivy disse...

Hm... Peraí, vcs pararam o carro e desceram e deram telefone?
Ok né... Kinda nonsense.
Quando comecei a ler pensei que o desfecho seria o de sempre, vcs saírem rindo e deixando os paqueradores de transito losers para trás. Parece que me enganei!
:)

Kérow disse...

AAAAAAAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA A TO RO essa hisotira...ainda mais pq o nome do menino era thiago e eu tenho varios thiagos ( inclusive um broderzão) EU, na tentativa de ligar pro broder liguei pro doido da janela....EPIC FAIL

Ivy disse...

hahahaha aiai carol, ainda deu esse mole???hahah
:)

DanyZinha disse...

Pow, a gente so parou pq eu de fato ocnhecia o krinha q gritou meu nome hahahaha n foi qq um ne!

Luana Polónia disse...

aii que legal! hausuashusau