terça-feira, 9 de junho de 2009

O outro lado da moeda

Se fala muito por aí sobre preconceito contra pessoas que fazem sexo casual. Ou melhor, contra mulheres que fazem sexo casual. Para os homens, parece que isso é apenas mais uma passagem de seu cotidiano. Ao passo que, para as mulheres, o sexo na maioria das vezes é encarado como algo a se fazer com sentimento, pessoa especial, envolvimento emocional. Aqui nesse blog e em vários outros, há quem defenda o direito de as mulheres fazerem sexo casual - o velho discurso de igualdade para os sexos.

Eis que hoje estou aqui para defender o direito dos homens de fazerem sexo com sentimento.

Hoje, um amigo meu me comoveu, quando veio desabafar.

A história é a seguinte:
ele teve um namoro rápido - vulgo "amor de verão" -, mas já terminou há um tempo. Ontem, out of nowhere, a chica mandou uma SMS para ele, convocando-o a comparecer. Ele achou nada a ver e disse que não iria. Ela, muito revoltada, começou a dizer que quando eles estavam juntos, ela nunca havia negado nada e questionando o fato de ele estar negando agora. Ele me disse que simplesmente sexo pra ele não é fazer por fazer. Que ele não sentia mais nada por ela, e por causa disso não ia transar com ela.

A parte mais tensa foi quando ele - não abandonando seus instintos masculinos de ter medo de parecer bicha - me perguntou se o fato de ele ter negado sexo era uma atitude gay.

Gente... NÃO!! Claro que não! Assim como as mulheres tem o direito de encarar sexo com uma coisa independente de sentimento, os homens também tem o direito de só querer praticá-lo com sentimento! Recusar sexo casual não é sinal de homossexualidade. Se você precisa do sentimento para viver esse tipo de intimidade, então não deixe que ninguém diga pra você que você está errado.

Assumir os seus princípios é ser homem com H.

12 comentários:

Mari disse...

yeaaah!

pois eu jogo no msm time do seu amigo, dany! o/

=*~

Babi Freitas disse...

Acho engraçado que as pessoas tomam lado, jogam num time "x". Quer dizer que quem faz sexo casual SÓ faz sexo casual e quem decide por fazê-lo com sentimento dentro relacionamento oficial NUNCA faz sexo casual.

Agora vou levar como o querido Sr.7 , que provavelmente tá sumido em função dos últimos hotposts, não sejamos extremistas.

Quando uma mulher ou um homem decide fazer sexo casual ele não está eliminando a outra opção, é apenas mais uma carta na manga.

Não temos que ser isso OU aquilo e assim delimitarmos as nossas atitudes.

Seu amigo tem todo o direito de dizer não ao sexo casual e ter uma postura fora do comum, mas isso não significa que ele não vá fazê-lo. Como quem decide "sim, sexo casual é legal!" vá se conter somente a isso!

Fazer sexo é ótimo, independente de sentimento e relações oficiais.Mas fazê-lo com amor (e foda-se aí tb as relaçoes oficiais) é MUITO MELHOR.

Acho td essa discussão uma perda de tempo, um preconceito bobo e um assunto muito interessante. ;)

beijocas

DanyZinha disse...

Claro uai, em nenhum momento eu disse que uma coisa eliminava a outra. Ele disse que nao faz sexo casual. Pra ele, soh tem uma maneira de fazer sexo. Pra quem faz sexo casual, há duas maneiras. Cada com seus principios. Nem certo, nem errado. Apenas diferentes!

Carol disse...

Acho muito certo ele recusar..mais o nº dos que tem CORAGEM de fazer isso é bem pequeno!

Nao vejo nada de errado em sexo casual, só nao sou 'praticante' pq pra mim o lance do 'pós sexo' (aquele carinho mara que a gente só faz quando sente algo pela pessoa)é importante, e por nao sentir nada, acaba nao rolando...fica meio vazio, nao sei... mas enfim, casual ou nao, se bater a vontade, faça!!

Mari disse...

a mesma falta de carinho que a Kérow sente, eu tb sinto! e eh justamente por esse motivo que pra mim naum rola sexo casual... eh uma relação que vai bem além de casualidades.

Marcelo Pacote disse...

Desculpe-me, mocinhas, mas o argumento do tal gajo tem explicação. E não é difícil de entender.

(...)

To precisando criar um blog desse pra mim. Há um lado non-cafa dos homens que não é difundido por essas bandas internetísticas.

DanyZinha disse...

Mari: A Carol daí de cima nao é a Kérow... hahahaha

Pacote: pois faça um! Nós vamos adorar ler! ;)

Mari disse...

bom, então era pra carol naum kérow! hehehe

siiim, Marcelo! faça esse blog logo que eu adoraria conhecer esse lado naum cafa dos homens! ;P

=*~

Babi Freitas disse...

Pacote > até eu to querendo conhecer esse lado non-cafa dos homens! me faça o favor!

Kérow disse...

A Kérow vai dizer que de fato... por uma noite bastaria. Mas o lance é ...existe sim a falta de carinho mas porque sabemos que 99% dos casos de sexo casual acabam naquela noite mesmo. Nos nos sentimos vazias e usadas..e isso é fato. Mas tambem usamos e EXISTEM homens que são contra a esse tipo de coisa.Super a favor.

Ivy disse...

Concordo com a Babi em gênero e grau. Fazer sempre o que o coração se sente bem em fazer - porque mesmo no que diz respeito a sexo casual ele tem que bater (por nós mesmos)- e ser feliz. Por uma noite, duas ou o "resto da vida".

Babi Freitas disse...

Kérow > desculpa, mas delirou! quem se sentir usado e vazio depois de uma noite de sexo casual simplesmente não está pronto para faze-lo! FATO!