quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

O pega-ninguem

Em mais um post da série "Espécies de homens catalogadas", vamos falar de uma espécie abundante na fauna macholina: o pega-ninguem.

Estaria tudo bem se o pega-ninguem fosse apenas um cara que não pega ninguém, mas essa é a menor das características dessa espécie. Vamos a elas:

1) Esse é aquele cara que objetifica tudo e todos. Tudo para ele tem a ver com sexo. Ele só faz piadas de duplo sentido e põe malícia em cada detalhe. É aquele cara que dá em cima de todas as mulheres da empresa e que, inclusive, já fez algumas se demitirem por não aguentarem o assédio sexual e piadas de mal gosto. Ele diz que faz e acontece, que pega todo mundo, que seu pau é o maior do país e que ele é muito bom de cama. Quando alguém fala que está com algum problema, ele solta frases do tipo "é falta de pica. Vem cá que eu resolvo seu problema" ou algo similar.

2) Respeita muito a mamãezinha - ainda mora com ela, mesmo ganhando bem o suficiente para manter-se sozinho -, mas acha que todas as outras mulheres são vagabundas que só servem pra transar, lavar e passar.

3) Machismo é uma de suas características mais marcantes. Ele vive cuspindo por aí que não casou porque as mulheres de hoje em dia não prestam, não sabem cuidar de uma casa direito. Que o dever de uma mulher é cuidar da casa, do marido e dos filhos. Opinião de mulher para ele não vale de nada.

4) Ele é religioso, muitas vezes. Temente a Deus. Frequenta a igreja. Reza.

5) Frequenta puteiros com muita frequência. Vive falando de prostitutas, de preços, de coisas que já fez com elas, de locais onde encontrá-las. Também se oferece para levar os colegas para conhecer algumas, quando alguém diz estar estressado ou algo parecido.

6) Tem carro do ano e lancha, porque afinal de contas, "mulher gosta é de dinheiro".

7) Você não conhece ninguém que ele tenha ficado.

Esse cara é bem fácil de encontrar: machista, arrota que pega todo mundo, que é sexpert, que é o bonzão, o fodão, gosta de diminuir as mulheres a objetos sexuais, mas no fundo não pega ninguém e para conseguir alguém que transe com ele, só mesmo pagando. Muito comumente viram tiozões tarados/solitários da balada como este aqui: http://cteb.blogspot.com.br/2009/06/o-tiozao-solitario.html

O pior é que quanto mais independente a mulherada fica e menos os homens querem se envolver, mais aparecem caras assim...

O pega-ninguem: um câncer da sociedade. CUIDADO!

2 comentários:

Greg disse...

Fantástica descrição! Eles realmente estão crescendo em número e são de dar pena! !

Dayla Bandeira disse...

Esse tipo me dá enjoo!