quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Começando o ano com o pé direito

Eu, que sempre proferi a sentença "Eu NUNCA vou num show de axé na minha vida!" paguei minha língua e na virada do ano, lá estava eu pipocando em Goiânia (Gyn), atrás da Cláudia Leitte. É triste as coisas que fazemos para não passarmos o reveillon sozinha!
Fomos em 8 pessoas - 6 meninas e 2 meninos - em busca de nos livrar da máxima "meu nome é fulano e eu passei o Reveillon em Brasília".

No dia em que chegamos, 30/12, resolvemos dar uma volta para reconhecimento de território. It turns out that não tinha muito a ser reconhecido. Um pulinho no bar mais lotado pra notar que a única coisa que se vê em Gyn é sertanejo. É estatística. Depois de termos sido roubados pelo flanelinha, que nos cobrou quatro reais pra olhar o carro, assim, deliberadamente, resolvemos pular a parte das duplas sertanejas e comer um sanduíche num lugar mega vazio chamado Black Dog. Só depois de termos comido, um dos meninos solta a seguinte frase interessante: "se está vazio desse jeito, é porque não é bom né?". Tarde demais para a observação.

No dia 31, todos prontos para a grande virada, levamos um baita bolo do táxi. Depois de repetimos incessantemente frases super brasilienses como "tinha que ser goiano!" e "eeee goianada!", tememos passar a noite toda na espera do taxista infeliz. Mesmo sabendo que íamos beber até cair, pegamos os carros e procuramos o lugar até encontrar. Eram 23:40 quando conseguimos entrar. Eu achando que toda a goianada estaria no show do Leonardo que estava tendo de graça, mas quando menos espero sou atropelada por um ser sem camisa e com um chapéu de boiadeiro enorme. Penso, logo bebo. Bebo muito.

Não suficiente para esquecer que eu encontrei um colega gatíssimo meu, naquele estado. Não o suficiente pra esquecer que um cara chegou em mim recitando a seguinte poesia: "sabia que quando Deus te desenhou, ele tava namorando?". Não o suficiente pra esquecer um goiano chegou em mim (como se isso não fosse brochante enough) e disse que o sonho dele era ficar com uma brasiliense. Não o suficiente pra esquecer que encontrei meu ex-namorado da adolescência lá e que morri de vontade de ficar com ele.

Pelo menos foi suficiente para eu lembrar que antes só do que mal acompanhada, continua sendo o lema não só de 2010, mas de todos os anos!

TIM TIM e Feliz 2010!

6 comentários:

Luana Polónia disse...

tomou um banho de descarrego depois disso tudo amiga?

Pinguim disse...

kkkkkkkk vc em um show de axe!?? Essa eu pagava pra ver! bjo

Kérow disse...

EEEEEEEE lere! Joga sal pra tras minha filha!!!!!

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu blog assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do blog do meu homonimo dou para idiotas. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços
Fabrício Santiago
Link do blog: http://narroterapia.blogspot.com

Babi Freitas disse...

Devidamente seguido Fabricio! E é serio que vc escreve pro "dou pra idiotas"? gnt, choquei!
;)

Carol disse...

Hahahaha gente, eu sempre me divirto nesse blog!! Dany, tudo vale a experiencia, e independente de onde, amigos + alcool fazem a combinaçao perfeita!