domingo, 26 de julho de 2009

Paquera no trânsito: sinal verde ou vermelho?

Ela, 25 anos, 1,77m, advogada, solteira. Certo dia, passeava em seu carro popular, quando trava uma insana competição de ultrapassagens contra um Ford Fusion - carro não-popular. Eis que no dia seguinte, na mesma avenida, a batalha recomeça e é interropida por um semáforo vermelho. Os carros se emparelham, ela, orgulhosa, não olha para o lado. Mas ele olha. Não apenas olha, mas diz: "Me dá seu número!". Ela, fazendo a leitura labial, franze a testa, achando ter entendido errado. Ele, novamente, na pressa do abrir do sinal verde, pede de novo o telefone. Ela acha estranho, mas é atraída pelo belo terno e claro, pelo belo carro e dá o número. O semáforo abre e antes de ela conseguir estacionar, ele liga. Se apresenta, convida pra sair. Ela reluta, o velho medo "e se ele for um psicopata?", mas topa o convite, desde que seja num lugar público, obviamente.

Na hora do encontro, a primeira decepção: ele é mais de 10cm mais baixo que ela. Logo ela, que adora um salto alto! O Fusion não havia revelado a altura do rapaz. Talvez porque o mar não esteja para peixe, ela resolve dar uma chance e os dois trocam o primeiro beijo, na cachaçaria mais badalada da cidade.

No outro dia, a segunda decepção. Ele ligou no dia seguinte! Aí vocês perguntariam "Decepção? Vocês não vivem reclamando de homens que não ligam??". Sim. Mas não precisa ligar DEZ vezes! Até mesmo uma mulher no auge da sua carência - não que ela estivesse! - necessita de um espaço. Pra complicar tudo, ela está saindo - e gostando! - com um homem mais velho, recém-separado e cafajeste.

Até quando o rapaz merece ficar na lista de pretendentes? Vale parar no semáforo e pedir o telefone de alguém, ou isso demonstra o maior desespero? Vale ligar pra alguém que você acabou de conhecer várias vezes para mostrar e enfatizar o interesse? Vale cozinhar ele em banho-maria na esperança de uma mudança do tal cafajeste? Vale abrir mão da classe de um salto alto por um pretendente baixinho? Vale recusar alguém aparentemente tão interessado, quando está escrito na testa de todas as mulheres a insastisfação para com a raça masculina?

Isso, é uma decisão de vocês, leitores. E da nossa heroína secreta, claro!

6 comentários:

Babi Freitas disse...

Eu acho que tudo merece e precisa de equilibrio! Ninguém merece um cara que liga UMA semana depois (isso sem contar os que não ligam nunca...), mas tb ningm merece aquele cara que fica o tempo todo no pé, né?

Mal conhece o gajo e já fica nesse "desespero" td! Precisamos respirar e ver se vale mesmo a pena... hehehe
;)

Mari disse...

Ninguém merece tb um velho separado E cafajeste, nem um chiclete baixinho! hhehehe

=*~

Fabiana disse...

Com certeza o equilibrio é primordial...atenção e demonstração de carinho é necessário, mas com certeza 10 ligações no dia faz qualquer ser humano imaginar que o baixinho é psicopata...
qnto ao cafajeste ...acho que nós mulheres temos aquela sensação de que vamos mudar o outro, mas no fundo sabemos que ningúem muda ninguém...as pessoas dão aquilo que tem para dar...

Luana Polónia disse...

Aconselho uma sessão anti-encosto!

Babi Freitas disse...

Ha-ha!

Adoooro, Lu!

;)

Puro Linho disse...

tenho uma otima de paquera no sinal..uma hora dessas posto no Puro Linho...