segunda-feira, 13 de julho de 2009

Aaaaaaai eu quero maaaaaais!

Ele: E aí, segundo round?
Ela: =D
… \o/ \o/ \o/

Ele: E aí, terceiro round?
Ela: =)
… \o/ \o/

Ele: E aí, quinto round?
Ela: =I
… … …

Ele: E aí SÉTIMO round?
Ela: =(




Sim, estamos falando de sexo. Como a gente aqui é fala que eu te escuto, o pedido dos nossos leitores é uma ordem e tá aqui a safadeza dessa semana: Quantas o cara tem que mandar numa noite pra ter mandado bem?
Bem, queridos leitores. Vou dividir o número de chineladas por situação, explico. Dependendo do lugar, do horário e da vibe o número varia de 8 a 80. Sacanaaaaaaaaaagem, só varia mesmo. hehehe


> Local #1 – Carro + Lugar “meio” público + Noite/Dia
Aqui em Brasília é muito comum a galera mais afobadinha e/ou quebrada (porque não admitir a crise financeira, né?) tem o “hábito” de transar nas quadras residenciais. Local complicado porque sempre aquela tia monga que aparece na janela, ou aquele casal também safadinho que passa do lado e vê, ou brigas debaixo do bloco entre ex-'s sobre a filha que o pai não buscou na escola (sim, já rolou uma cena brochante dessas “/) . Além do que transar no carro é fueda (exceto se você possuir um micro-ônibus! hehehe) - é muito excitante, mas perigoso já que você pode ser preso (se fizer de dia) ou sequestrado, ou assaltado, ou morto mesmo.

Número de chineladas: Uma \o/ beeeeeeeem dada, daquelas nervosas em que você fica metade com roupa e metade sem, preocupado, suado e com o joelho roxo de porradas no freio-de-mão.
> Local #2 – Carro + Lugar deserto
Brasília também possui esses locais propícios para a trepada economica onde nunca passa ninguém, nunca tem ninguém... Olha, é bem legal porque suuuuper rola de fazer com mais foco no sexo do que se tem alguém vendo. Mas é perigoso pra cacete, você pode mesmo morrer! Agora se se tratar de um coisa cachoeira, ou mirantes, enfim lugares pra isso! Faça durante o dia, gajos e queridas, poxa já que não tem ninguém, mete meeermo. Mais seguro e tão gostoso quanto.

Número de chineladas: Duas a três \o/\o/ já que não tem ninguém e tals, sacumé? Rola de repetir fácil, mas o número é limitado porque os hematomas já serão horríveis chegando na chinelada três.


> Local #3 – Em casa + Pais em casa
Nada melhor do que sexo em casa, né? Adooooro. Mas nem sempre os pais liberam esse situação tão agradável ou quando liberam o preferem quando eles estão fora de casa. O fato é que uma merda muito fodida pode rolar se a mamis resolver chamar os meninos prum lanche e ir no quarto do Júnior chamar. Complicado.

Número de chineladas: Uma \o/ só por medida de cautela mesmo, porque tem gente que transa no meio do almoço de família no domingo, bom senso zero e tesão mil. Seja rápido e eficaz, pode ser a melhor transa que você já tenha tido.


> Local #4 – Em casa + Gato
O bichano é só pra ilustrar os que moram sozinhos. hehehe

Número de chineladas: Duas a três (com fortes tendências a terceira! Hehehe) \o/ \o/ \o/ Assim, pô, gajo ou moça mora sozinho, pá tchum, conforto do lar... eu acho que o segundo round (se o primeiro tiver sido bom, lógico) é quase que obrigatório. O terceiro depende do ânimo do casal, mas uma rapidinha perto do momento de “vazar” ou dormir mesmo é sempre bem-vinda.

> Local #5 – Motel + Grana curta
Dispensa explicações, né?
Número de chineladas: Duas. \o/ \o/ Em uma hora você faz milagres, boy! Acredite na Lôra!

> Local #6 – Motel + Esbanjando dinheiro hehehe
Tirou a sorte grande, hein, safadeeeenha? ;)
Número de chineladas: Três ou mais \o/\o/\o/\o/ Motel, ao contrário de alguns por ae, me deixa mais afim de sexo, toda aquela pegação mára e rola um “vamos pro motel?” uy! Se há dinheiro no bolso há tempo, se há tempo há tranquilidade pra desenrolar o babado. Aproveitar todos os lances do motel é seeempre interessante (pulando hidro porque, né? Quem vai limpar a hidro, bro?).

Como comentário particular, acho que o número não importa muito se a primeira for beeeem feitinha e também aquelas transas que não acabam nunca, sabe? Não que fazer a coisa toda em 15 minutos seja o ideal, mas às vezes são melhores que aquelas que não terminam nunca. Nunca parei pra cronometrar hehehe, mas uns 40 minutos são beeem suficientes prum trabalho de qualidade.




Beijos and have a good sex ;)

9 comentários:

DanyZinha disse...

Em resumo: qualidade mt antes de quantidade!

Ahazou!

Luana Polónia disse...

É, tem que saber! Cara, e acredito que a sintonia do casal é o ponto x da questão. Se o cara é do tamanho da girl, até n². Agora se o bunitinho da mamãe não consegue se mostrar eficaz, duas só pra dizer 'ok, eu até que tentei' tá bom demais!
Adorei o post amigaaaa!!! Very good!!

Marcelo Pacote disse...

Bacana, mocinha! Não poderia esperar post melhor de ti.

De brinde, ajuda a tranquilizar o Pacote que vira-e-mexe ficava encucado com os amigos que "sapateavam sete vezes na mesma noite". O que vale mesmo é uma parceira feliz!

DanyZinha disse...

Sete vezes??
Haja hipoglos no mundo... hahahaha

Babi Freitas disse...

Pacote > Sete numa noite não é uma opção pra casais normais!!! Não mesmo!!! Sete num dia inteiro vá lá, mas numa noite?!

Dany > HAHAHAHAHA

aiai adoro essa coluna!
;)

Luana Polónia disse...

Que isso Babi, a gente vai é pra mais de miiiiiiiiiill! kkkkkkkkkkkkkk

Se ferrando na Balada disse...

Quanta chinelada...hauhahua
Tem muitas variaveis aí, depende das pessoas, do dia, da disposição de ambos...hehe

Temos novo post..."Missao: Pernambuco" precisa da opinião de vcs!
www.seferrandonabalada.blogspot.com
Um beijo!

Teresa Fur disse...

acho que varia bastante... as vezes uma só muito beeeeeeeeeeeeem executada já é o suficiente, as vezes o negócio tem q render ahahahahah

bjoks, bom findi

Anônimo disse...

SEXO TOTAL