quarta-feira, 17 de junho de 2009

Você merece um prêmio Nobel

Numa conversa corriqueira, entre uma xiboca e outra, conversando com uma amygha, eis que a dyvah me conta um bapho suuuuper pertinente a nossa amada coluna de quarta: Elogios a performance sexual.

Situação: a dyvah é completamente in love por um gajo que não vale lá muitos tostões de réis, tiveram um caso ardente no início do ano, ela gamou e ele vazou. Enfim, o fato é que neste fim de semana se encontraram e se pegaram loucamente. A amygha não queria entregar (de novo) o ouro tão de boua assim pro gajo-cafa e resolveu ficar só no blow job.

Como eu já disse anteriormente meninas não curtem muito pagar um boquete, mas quando o cara é O Cara a coisa muda de figura e satisfazer o gajo de seu apreço é um prazer indescritível (viu, meninos?! Nem tudo está perdido! hehehehe). Foi o que rolou com a minha querida dyvah.

Poréeeeeeeeeeeeeeem a gente cansa, né? Dyvah se cansou de tanto trabalho árduo e tinha um quê de “ah, nem vou deixar ele chegar lá e eu aqui chupando dedo”, nada altruísta e bem egoístinha meeeixmo hehehehe. Conversou com o gajo que era melhor pararem por ali, pois ali não era um local apropriado:

___ Então, Amarildo! Né? Vamos voltar pra lá e tals.

___ Ah... Tudo bem, Dyvah. Mas, na boa, mais 10 minutos aqui e eu...

___ DEZ MINUTOS!!! Caracas, Amarildo, tem noção do quão trabalhoso é pagar um boquete?! Se você tivesse feito um nunca diria pra eu ficar mais 10 minutos aí!

___ Ainda bem que eu nunca fiz! Hahaha! Mas eu imagino que seja algo complicado mesmo...

___ É como diria a Lôra (oeeeee eu!): isso é uma arte!

___ Puuuuuuutz, então você merecia um prêmio Nobel.


Oooooooook, qual a reação da dyvah com uma frase dessas? Acho que eu riria, porque dizer “Obrigada” é algo totalmente fora de cogitação. Elogio quanto a performance sexual é um negócio interessante de se pensar sobre. Explico: é muito engraçado receber um elogio sobre sua atuação, muito mesmo! Pra mim é mais comédia do que dirty talk sem noção. Mas ao mesmo tempo dá uma puta massageada no ego, diz ae quem não gostaria de ouvir que é boa/bom de cama? É mára!

Mas cabe aqui o bom senso (como de costume!), no caso da dyvah ela já conhecia o gajo de outros carnavais e foi uma troca de insinuações ardentes, mas ela confessou que foi algo muito “legal, mas meio non sense”. Particularmente, dizer que alguém é bom de cama deve ser beeeem sutil e de preferência que seja pessoal e direto, mas também não precisa ser como uns e outros que dizem por ae “Muito simpática a sua amiga” pra se referir a noite insana que tiveram... Eu gosto da tática > SMS no outro dia dizendo que a noite foi show e o repeteco o mais rápido possível!

E você, caro leitor? Já disse que a mina/gajo era show total na cama ou em alguma prática específica? Conta pra Loira qual foi o seu elogio safadeeeenho ou se você já recebeu algum.

Beijos and have a good sex ;)

6 comentários:

DanyZinha disse...

Fikei sabendo dessa historia, ela ficou um nojo depois desse elogio, nao parava de repetir a historia hehehehe

Kérow disse...

OEEEEEEEEE!!! iuAIUAHIUAHIAHU Premio nobel foi MARA e ele foi super criativo.. meus parabens moçoilo! iuAHIUAHUIAH MAs que de cero a do outro gajo "muito simpatica " foi terrivel.... credo deus

Se ferrando na Balada disse...

Pô, prêmio nobel é criativo e a gente manda mal??

vai entender...

Marcelo Pacote disse...

O elogio do cara foi bacana. No 'calor do momento' vale sim esse tipo de reforçamento.

Babi Freitas disse...

Caraca galera, nem disse que o menino mandou mal! Disse só que foi engraçado e oq rola! Tudo vcs acham que eu to criticando... te contar, viu?!

Eu disse como eu prefiro esses elogios, não disse que o menino fez merda! Êee laiá!
hahaha

beijos queridos
;)

DanyZinha disse...

Babi, o que os meninos kiseram dizer foi q vc vive falando q eles mandam mal e agora axou o premio nobel criativo... hehehe